Poesia Infantil: O Sapo, de Ferreira Gullar LEITURA DELEITE - PNAIC


Poesia Infantil: O Sapo, de Ferreira Gullar LEITURA DELEITE - PNAIC

LEITURA DELEITE - PNAIC

Aqui estou eu: o Sapo,
Bom de pulo e bom de papo.

Falo mais que João do Pulo,
Pulo mais que João do Papo.

Por cautela, falo pouco,
Pra evitar de ficar rouco.

Mas, na verdade, coaxo.
Sou quem toca o contra-baixo

em nossa orquestra de sapos,
pois com os sons de nossos papos

fazemos nosso concerto:
um som fechado, outro aberto,

um que parece trombone,
outro flauta ou xilofone.

Tocamos em qualquer festa.
O nosso e-mail é orquestra
@sapos.com.floresta>

Comentários

Postar um comentário

Seu recadinho nos incentiva a melhorar a cada dia esse espaço!
Obrigada